Eu sempre vou amar você

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Estava lembrando de tudo que a gente viveu e deixamos de viver juntos. Lembrei de todas as noites em que chorei e contei minhas dores para você, das vezes que você permitiu que eu entrasse no restrito mundo das suas aflições. Veio-me à mente todas as vezes que fomos a única alegria do outro, de como trouxemos paz pra o caos que estavam as nossas vidas.
A cada lembrança da importância que um já teve pra o outro que me veio a mente, eu concluí que sempre vou amar você. Eu sempre amarei o bom moço que às vezes era um completo badboy. Eu vou amar pra sempre o primeiro cara que me mostrou que o amor existe.
Não importa que a gente não tenha mais contato, pouco tem importância se um dia vamos nos falar novamente, e muito menos se amarei outras pessoas, eu sempre vou amar você. Quem quer que venha depois vai ser amado intensamente, verdadeiramente, mas ainda assim sempre amarei você.
Meu amor por você sempre vai estar aqui e seria tolice lutar contra isso, todas às vezes que pensava nesta questão eu sentia medo de nunca conseguir ser inteira para outra pessoa, mas percebi que esse amor é tão verdadeiro que se torna correto, que não me faz mal.
Eu vou amar você pra sempre, garoto. Eu vou amar a lembrança e as coisas boas que você me deixou, mas eu também vou amar outra pessoa. 
Finalmente entendi que não tem mal amar você assim, compreendi que te amei, te amo e vou te amar, mas não como antes, não da mesma maneira. Você é apenas aquela lembrança boa, aquele amor que transformou, que valeu a pena e é por isso que sempre vou te amar. Você me transformou, me moldou ao que sou hoje e eu te amo por isso. Você me deixou pronta pra amar outra pessoa e seja ela quem for vai ser amado muito, porque graças a você eu aprendi a amar.




2 comentários:

  1. Olá Ray
    Lindo texto. eu acho que, nesse caso, o amor que fica é o da lembrança das coisas boas.
    Beijo
    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir