quarta-feira, 2 de março de 2016

Continue sendo minha calma


Eu não quero ter que te apagar do meu bloco de notas, nem tão pouco mudar minha senha do celular que é sua letra. Eu não quero ter que te apagar da memória, ou deixar de falar com a sua irmã.

Quero que o teu abraço continue sendo meu lugar preferido, que o teu beijo me dê sempre a melhor sensação que um humano pode dar ao outro. Quero continuar sorrindo ao te olhar, e ficando constrangida quando tu me olhas. 

Ah, eu quero esse amor tranquilo que às vezes vira um furacão. Quero reclamar contigo e também te elogiar quando faz a coisa certa e me dá atenção. 

Quero você, meu bem. Quero mesmo. 
Não vacila não, ou melhor, não vacila mais não. Você sabe que perco a cabeça mesmo, que nem precisa ser um grande erro. Então, tenta me entender, tenta ser mais paciente, medir as palavras. Tu és a calmaria que esse furacão aqui precisa, foi isso que me conquistou em você.




Nenhum comentário :

Postar um comentário