quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Ingênua


Ela acreditava que ainda existia aquele cavalheiro que a seguraria pela mão e lhe mostraria o mundo.
Ela acreditava que ninguém fazia mal aos outros sem ter  por que.
Ela acreditava que um dia as coisas se resolveriam e que problemas não existiam.
Ela acreditava que alguém ia mudar o pensamento dela e lhe mostraria que o amor existe.
E foi acreditando que ela viu que nada disso era verdade. Que se não for você, ninguém vai lhe mostrar o mundo. Que as pessoas fazem o mal simplesmente por gostarem de ser más. Que problemas existem sim e que eles não vão sumir se você não resolvê-los, e que ela encontraria o amor não em um, mas sim nas simples coisas, coisas essas que ela nunca tinha reparado antes.



4 comentários :

  1. Amei! Parabéns pelas palavras!
    Seu blog é lindo <3
    Meu blog é de textos que eu escrevo tbm, te convido a ler:
    www.pensapequena.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, fico bastante feliz com isso. Obrigada pelo elogio.
      Vou olhar seu blog *-*.

      Beijos

      Excluir
  2. Temos que manter um pouco da inocência e ingenuidade para nos ficarmos frios e calculistas como o resto do mundo.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com.

    ResponderExcluir