Quero que fique

quarta-feira, 11 de novembro de 2015


Ei, moço, não é maldade nem complexo de inferioridade. É que não é justo, você me faz tão bem, afinal, a gente só dá o que tem. E sendo sincera, não sei se tenho tanta coisa boa assim pra te dar, pra te retribuir. 
Eu já disse tanta coisa, já fiz tantas e você parece nem se importar, ou melhor, se importa tanto comigo que de resto não importa mais nada. É bom demais pra ser verdade, pra ser comigo. Se tiver jogando, é hora de parar.
A confusão que tá aqui dentro você já sabe, tá ciente faz tempo, e isso é o que mais me surpreende. Você não foi embora, você parece não querer ir, você diz que não vai sair por aquela porta sem mim.
Então, fica. 
Mas fica sabendo que eu vou surtar muitas vezes, que talvez não dê em nada. Fica sem me cobrar, pronto pra me ver chorar, gritar. Fica por que quer mesmo ficar, sem nada esperar. Quero que fique, mas fica sabendo, moço, que talvez eu não saiba retribuir, não por que eu não queira, não sinta, é que eu sou assim. Fica sabendo desses meus problemas, das minhas travas, deles. Fica porque quer ficar, pra me fazer bem e deixa eu ver se consigo te dar algo bom também.


2 comentários:

  1. Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir