sexta-feira, 19 de junho de 2015

Presa em você


Nossos sentimentos são como correntes, nos aprisionam, não nos permitem viver algo diferente do que sentimos.
Quando estamos verdadeiramente triste, praticamente nada nos liberta daquela tristeza. Quando estamos alegre quase nada nos abala. Ficamos presos, é quase sempre assim.
E é assim que me sinto em relação a você. Pareço estar acorrentada. E nada me livra disto.
Só que diferente de tantas outras correntes e prisões, que te sufocam e você quer de qualquer maneira se livrar delas, essa eu quero mesmo é estar presa à ela, mas desde que você também esteja comigo.
É, essa condição as vezes parece tão impossível, " desde que você também esteja comigo " , você já esteve, mas eu não percebia, ou não queria aceitar que você estivesse preso a alguém tão implicante, chata e tão desinteressante como eu. Mas será que você pode voltar, pegar essa corrente, passar em volta de você e fechar o cadeado? Eu preciso tanto disso. Mas se não poder, será que pode fazer outra coisa por mim? Por favor, caso não possa ficar preso comigo, quebre essa corrente que me une a você, por que eu preciso de alguém que queira estar comigo, não em metade, não de vez em quando, não em forma de brincadeira. Quero alguém sempre.
Quando ficamos distantes, eu quis me libertar, eu tentei, mas sempre me vinha a cabeça tudo que eu perderia caso desistisse de você. Eu sei, eu sei. Nunca vivemos nada concreto, mas antes de dormir eu faço e refaço cenas de uma vida que desejo ter ao seu lado. E é isso que me deixa tão presa, são esses sonhos de você, esses desejos de você que não me deixam nunca.
São esses sonhos de você que me deixam sem força e sem vontade de me livrar disso tudo. Todo mundo parece tão sem graça comparado a você, esses garotos que já me pareceram tão interessantes agora me deixam com preguiça até de escutá-los. Eu até tento me apegar, finjo pra mim que aquele frio na barriga que sinto ao vê-los é paixão, mas no fundo eu sei bem que é só constrangimento por dizer mais um não, é só um medo de tá mandando embora uma pessoa de verdade, enquanto eu vivo esperando pelo garoto que às vezes parece sair direto de um filme da Sessão da tarde.
Me livra disso, ou vive tudo isso comigo. São essas opções, não quero mais esse seu desejo entre linhas, eu quero tudo ou nada. Por que embora eu não demonstre, tudo agora só depende de você.

Nenhum comentário :

Postar um comentário