sexta-feira, 3 de abril de 2015

Is You


Foi o seu sorriso, o seu jeito tímido. As suas manias, suas chatices. Foi a sua roupa, o seu cheiro. A sua vergonha, a falta dela.
É você, sempre foi você. Eu que não percebi antes. Tinha que ser você, por isso é você, sempre será você.
É esse teu jeito de me irritar, essa tua mania de fingir não ignorar. Esse teu poder de saber voltar quando tá sendo esquecido. É esse teu senso de humor que sempre me faz rir, ou a falta dele quando quer me tirar do sério. É você, não tem como mudar.
Isso fica claro  todas as vezes que tu me escutas, que tu me entendes. Todas as vezes que de alguma maneira a gente volta ao passado, quase muda o presente. Cada vez que a gente rir de coisas nossas, no nosso mundo.
Resumindo, foi, é, será você. Você.

Nenhum comentário :

Postar um comentário