Essa carta é pra você

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Você andou me pedindo que escrevesse isso, e aqui estou eu, escrevendo o que você tanto me pediu, mas sinto muito, você não lerá, eu jamais abriria esse meu mundo pra você. Quantas vezes eu disse que você é muito importante pra mim mesmo? Acho que milhares de vezes, não foi?! Mas só pra você não esquecer, vou repetir. Você é muito importante para mim. Conhecer alguém com você me proporcionou descobertas dentro de mim que eu nem imaginava. Você me fez perceber o quanto sou forte, o quando eu tenho sentimentos, o quando eu sou capaz de sentir, o quanto eu tenho de coisas boas dentro de mim.
Talvez não tenha sido um erro e uma fraqueza eu me apaixonar por você, foi pura consequência. Acho quase impossível te conhecer o tanto que conheço e não sentir algo. Por que eu não percebi antes? Não que eu fosse me afastar, ou algo assim, mas eu não ficaria tão junta sabe?! Eu teria me preparado mais, tomaria mais cuidado a cada brincadeira. Por que você não avisou antes?
Outra coisa que eu já te disse, mas também vou repetir, afinal isso é uma carta sobre você e pra você. Eu te odeio. Odeio tanta coisa em você, e odeio ainda mais você saber disso e não mudar nada, e ainda usar tudo pra me provocar e me tirar do sério. Eu odeio seu jeito presunçoso, essa sua mania de querer estar sempre certo nas nossas discussões. Odeio quando você implica comigo, e também odeio essa sua mania de demorar pra responder. Odeio quando você me pergunta algo jurando que também vai responder, e logo que eu respondo você se nega na sua vez. Odeio como você é metido, convencido, nerd, e como foge das nossas conversas. Odeio quando não me tira as dúvidas e quando me zoa no inglês. Ah, eu também odeio seu cinismo.
Mas outra verdade sobre isso, é que eu te amo. Me agradece, eu quase nunca falo isso. E vou logo deixando claro, não é aquele amor que você tanto pergunta se eu sinto, você sabe, eu já evolui demais sentindo isso tudo que sinto por você, amar daquela maneira seria um paço muito grande, só daria se tivesse certa que você estaria ao meu lado, mas voltando ao assunto...É, eu te amo. Amo esse jeito esforçado, a maneira como você faz eu me sentir bem quando me dá atenção. Amo seu bom humor - quando você está, é claro -, também amo sua timidez, a maneira como você fica com vergonha de olhar nos olhos, o seu sorriso que por vezes parece sair quase que obrigado de tanta vergonha, o seu medo de cada toque, a atenção desenfreada para não passar dos limites que você julga ser o certo quando se tem respeito. Você fica parecendo uma criança de quatro anos de tão fofo. Amo quando você resolve se abrir, e conta pra mim o que tá te deixando mal, e por incrível que pareça às vezes eu também amo quando você tenta ficar esnobe só pra me irritar. Ah, e mesmo eu tendo visto poucas vezes, eu amo você tocando violão, a cada nota você fica mais leve, aquela pinta de bom moço fica ainda mais doce, é ótimo, toca pra ela, certeza que ela vai adorar.
Espero que você saiba quanto você é especial pra mim, e realmente espero ser especial da mesma forma pra você. Não muda não, não mais que já mudou. Essa sua essência, essas suas bobagens e chatices, faz de você quem é, e acredite você é uma ótima pessoa.
Sinto falta de muita coisa em nós, mas agradeço pela coisas que ainda restam, sei bem o quão difícil foi ficar sem você me irritando, e o pouco que resta por vezes já é o suficiente.
Seja você, seja feliz, e se não for pedir demais, seja comigo, não com ela. Mas se não for possível, relaxa que eu sobrevivo, esses dias descobri que é possível. Só não me larga de mão, não me deixa sozinha não. A gente se entende tão bem, sei que você também precisa da nossa amizade.
Tá escrito,fiz o que você pediu, e vou dizer a você que fiz, mas só não me peça pra ver, isso não tem como, não rola, eu não seria tão tola de mostrar esse lugar pra você, certeza que você ficaria assustado, com medo de dizer que não é possível corresponder, então não me cobra, tô poupando a mim e a você.

4 comentários:

  1. Obrigado por escrever isto.

    É exatamente o que eu gostaria que ela escrevesse para mim. Isto me motivou. Será que ainda tenho alguma chance? É isso! Vou correr atrás dela! Isso só eu posso fazer.

    Obrigado novamente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada!

      Que bom que te alguma maneira eu te ajudei. Fico muito feliz de saber que os meus textos de alguma maneira meche e até ajuda quem está do outro lado da tela.

      Por nada, novamente rsrsrs.

      Excluir
  2. Nossa Ray,
    que texto lindo!!! Quando eu li eu lembrei do meu ex HISAIHASHIHSIA'
    Estou seguindo o seu blog e quero ler sempre os seus textos!! <3
    http://unicominuto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wont, obrigada! hahaha, espero que tenha tido boas lembranças.
      Obrigada por seguir, vou dar uma olhada no seu blog também.
      Beijos

      Excluir