quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Moço


Esse texto é para tu, moço bonito que roubou meu coração, mesmo que por minutos. Tu que sorristes com lábios, olhos e coração, e pronto, me deixou encantada, apaixonada e  desorientada, perdida na perfeição do teu sorriso.
Tu foste a minha paixão do ônibus, aquelas que a gente não sabe o nome, cidade ou idade, na verdade pouco importa, porque a gente se apaixona mesmo é pelo sorriso e jeito que nos deixam crente de que vimos a alma do outro nesses poucos minutos. Ah, foi um sentimento lindo, viu? Senti até que umas borboletas voaram aqui no meu estômago, fiquei toda sem jeito de te olhar e até mesmo hoje, tempos depois, dou aquele sorriso bobo de lembrar.
Fiquei com vontade de puxar papo, mas falar o que? Vontade de dar um xau, mas para quê? Não tinha o que falar. Tu me encantou e pronto! Sem precisar de palavras.  E não dei xau porque quem sabe assim o destino me deixa te ver novamente, só pra me dar a chance de ver teu sorriso mais uma vez, me encantar e quem sabe conversar, daí dou xau, só porque saberei que não será um adeus.
Esse texto é pra falar de tu e de outros que deixaram alguém apaixonado sem precisar paquerar. É pra quem já teve essa paixão rápida e gostou, viu que foi bom. Afinal, pra mim foi ótimo, valeu a pena, e eu estou doida pra ter a chance de viver isso de novo.




Nenhum comentário :

Postar um comentário