Para você, ex amiga

quarta-feira, 23 de março de 2016

Olha para trás e vê quantas chances demos pra nossa amizade e só repara quantas vezes você jogou as mesmas no lixo. Eu não queria essa distância de começo, mas se quer saber foi uma boa escolha para nós duas.
Acho que no fundo você sabe que desde sempre eu só quis ajudar, fui chata muitas vezes, talvez, mas você sabe que eu nunca quis te prejudicar. Acontece que sabendo ou não você jogou praticamente toda essa preocupação no lixo e deixa só eu te dizer como ela era grande.
Quando eu te via tomando o caminho errado, eu mesmo sabendo que poderia soar chata e que você passaria umas horas emburrada ia lá e te falava. Você obviamente não aceitava e virava as costas como se tivesse escutado o pior dos xingamentos, mas como sempre depois voltava e dizia que tinha entendido. Eu te defendia até mesmo para aquela outra amiga minha que você insistia em xingar quando ela só se defendia, acredite, até mesmo ela se preocupava com você, mas com esse orgulho você não sabia.
Era amor e cuidado de mãe e irmã mesmo, nunca foi só amizade, era coisa de família. Mas naquele dia eu vi que não era recíproco, que família pra você é outra coisa e que eu só podia ser a amiga lagartixa. Mas como você sabe, eu nunca soube só dizer sim...
Por isso eu disse um não pra todo aquele carinho que sentia por você, toda aquela irmandade que não tinha reciprocidade, como você mesmo fez questão de postar, eu e meu carinho foi embora com 2015, bebê. Agora é só você, ou melhor, você e seus amigos que te veem caindo e só batem palmas, mas espero que estejas gostando, você sempre quis isso, não é mesmo?
Não estou escrevendo esse texto como prova de uma raiva, afinal, raiva eu não sinto. Eu escrevo este texto só como prova que ainda me importo, mas não o suficiente pra seguir em frente na nossa amizade depois das suas desculpas. Eu te desculpo, mas agora, é cada uma na sua.



0 comentários:

Postar um comentário